quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

24 DE FEVEREIRO - ALAIN MABANCKOU

EFEMÉRIDEAlain Mabanckou, escritor congolês com dupla nacionalidade franco congolesa, nasceu em Pointe-Noire, República do Congo, no dia 24 de Fevereiro de 1966.
Passou os primeiros anos de vida na sua cidade natal, onde obteve o bacharelato de Letras e Filosofia no Liceu Karl Marx. Estudou depois Direito em Brazzaville e, posteriormente, em França com uma bolsa de estudos. Após se licenciar na Universidade Paris-Dauphine, trabalhou durante vários anos em importantes multinacionais francesas antes de se dedicar mais à literatura (1998).
Reside nos Estados Unidos desde 2002, como professor convidado, inicialmente de Literatura Francófona e de Escrita Criativa na Universidade de Michigan e, mais recentemente, na Universidade da Califórnia (UCLA), com disciplinas de literatura francófona.
É autor de cinco romances, de seis livros de poesia, de várias crónicas publicadas em periódicos como “Le Fígaro” (Paris) e “Le Soir” (Bruxelas), e de duas obras colectivas (“Nouvelles d’Afrique” em 2003 e “Vu de la lune - Nouvelles optimistes” em 2005).
Em 2006, com o seu romance “Mémoires de porc-épic”, ganhou o importante Prémio Renaudot. Em 2008, traduziu de inglês para francês várias obras de Uzodinma Iweala, um escritor de origem nigeriana, considerado como um jovem prodígio da literatura norte-americana.
O seu romance “Black Bazar” (2009) esteve entre os 20 livros mais vendidos em França, durante aquele ano.
Em 2010, foi nomeado Grande Cavaleiro da Legião de Honra, pelo presidente da República Francesa.
Entre vários prémios que conquistou, o conjunto da sua obra foi galardoado com o Grande Prémio de Literatura Henri Gali, outorgado pela Academia Francesa em 2012. Os seus livros estão traduzidos em mais de uma quinzena de línguas. O romance “Verre cassé” teve várias adaptações para o teatro. 

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...