sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

5 DE FEVEREIRO - JOHAN LUDVIG RUNEBERG

EFEMÉRIDEJohan Ludvig Runeberg, poeta finlandês de língua sueca, nasceu em Jakobstad no dia 5 de Fevereiro de 1804. Morreu em Porvoo, em 6 de Maio de 1877. É considerado o poeta nacional da Finlândia. Os seus textos combinam elementos da poesia da antiguidade, do romantismo e do realismo.
Concluiu os estudos secundários na Academia de Turku, onde obteve o bacharelato em 1822. No ano seguinte, começou a estudar Filosofia na Academia de Abo, dando simultaneamente lições particulares para se auto-financiar. Licenciou-se em 1827.
Casou-se, vindo a ter oito filhos. Em 1828, o casal Runeberg instalou-se em Helsínquia, onde Johan fundou o jornal “Helsingfors Morgonblad”, de que se tornou chefe de redacção.
No começo de 1837, foi-lhe proposto lugar de leitor de literatura latina no liceu de Porvoo, para onde a família se mudou definitivamente. Além do seu trabalho como professor, colaborou no jornal “Borgå Tidning” em 1838/39. Continuou a ensinar até à sua reforma em 1857, ano em que passou a concentrar-se exclusivamente na escrita.
Todos os seus livros foram redigidos originalmente em sueco. A recolha de poemas “Dikter” (1830) foi o primeiro livro de poesia de um só autor a ser publicado na Finlândia.
O seu primeiro poema, “Nossa Terra”, tornou-se o hino nacional da Finlândia. Entre as suas obras, cabe destacar sobretudo “Fänrik Ståhls Sägner”, escrita entre 1848 e 1860, na qual ele descreve, em 35 poemas épicos, os acontecimentos da Guerra da Finlândia (1808/09), em que o país – até então parte do grão-ducado da Suécia – passou a fazer parte do Império Russo, como província autónoma.
É um dos poetas finlandeses com maior número de textos utilizados em obras musicais. O seu mais significativo divulgador no âmbito musical foi o compositor Jean Sibelius, que compôs mais de 90 canções com os textos de Runeberg.
Em 1863, foi vítima de uma hemorragia cerebral que o obrigou a ficar acamado até à sua morte em 1877. O 5 de Fevereiro, aniversário do seu nascimento, é – desde a década de 1920 – o Dia de Runeberg, com direito ao hastear da bandeira nacional.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...