quarta-feira, 31 de maio de 2017

31 DE MAIO - PAULINHO DA COSTA

EFEMÉRIDEPaulinho da Costa, de seu nome Paulo Roberto da Costa, percussionista brasileiro que se tornou um dos músicos mais requisitados nos estúdios de gravações em Los Angeles, nasceu no Rio de Janeiro em 31 de Maio de 1948.
Sendo um dos músicos que mais gravou e participou em discos nos tempos modernos, foi considerado pela revista “Down Beat” como um dos percussionistas mais talentosos do nosso tempo. Participou em vários álbuns galardoados com Grammy Awards, entre eles “Thriller” de Michael Jackson, “True Blue” de Madonna e “Let's Talk About Love” de Celine Dion.
Participou também em músicas e bandas sonoras de filmes de grande sucesso, entre eles “Os embalos de sábado à noite”, “Darty Dancy”, “Purple Rain” e “Jurassic Park”.
Paulinho, que toca mais de 200 instrumentos, também colaborou com Diana Krall. Recebeu da National Academy of Recording Arts and Sciences, durante três anos consecutivos, o Most Valuable Player Award.
Nascido no bairro do Irajá, começou a tocar pandeiro ainda na infância. Mais tarde, integrou a ala jovem da bateria da escola de samba Portela. Ainda adolescente, aos 15 anos, viajou para a Rússia numa trupe organizada pelo empresário Carlos Machado e liderada pelos cantores Jorge Goulart e Nora Ney. Ao voltar ao Brasil, Paulinho começou a estudar e a desenvolver técnicas para diversos instrumentos de percussão.
Em 1972, a convite do pianista Sérgio Mendes, viajou pela primeira vez para Los Angeles, onde vive agora há mais de 40 anos. A sua primeira gravação foi em 1976 – “Love Machine” do grupo The Miracles, com a lenda do soul Smokey Robinson.
Na mesma época, o trompetista e jazzista Dizzy Gillespie apresentou Paulinho da Costa ao fundador das etiquetas Verve e Pablo, Norman Granz, que o apadrinhou e possibilitou que ele ficasse de vez nos Estados Unidos. Desde então, Paulinho da Costa colaborou com centenas de artistas de todo o mundo, na gravação de mais de 900 músicas dos mais variados géneros.
Reconhecido pela sua versatilidade musical, contribuiu com bandas sonoras para mais de 150 filmes e programas de televisão. Trabalhou numa variedade de projectos, incluindo comédias, desenhos animados, filmes de acção e de aventuras. Paulinho da Costa também apareceu no filme “A Cor Púrpura” de Steven Spielberg, fazendo o papel de um músico africano.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...