quarta-feira, 2 de outubro de 2013

2 DE OUTUBRO - TIFFANY


 
EFEMÉRIDETiffany Renee Darwish, cantora norte-americana que teve várias canções de sucesso no final dos anos 1980 (incluindo duas em nº 1 nos tops), um ídolo dos adolescentes dessa década, nasceu em Norwalk no dia 2 de Outubro de 1971.
O pai de origem libanesa e a mãe de origem irlandesa divorciaram-se quando ela era ainda muito nova. Em 1981 (com 10 anos), fez o seu primeiro show comercial, ao lado do cantor Jack Reeves, num festival country, na Califórnia. Recebeu 235 dólares por esta primeira participação.
Cantava em Los Angeles, num clube chamado El Palomino, quando foi descoberta por um produtor musical que a levou para cantar em Nashville, onde actuou no Ralph Emery Show.
Em 1982, cantou em várias cidades do Alasca e ganhou 3 000 dólares pela tournée. Neste mesmo ano, apresentou-se no mesmo palco que Jerry Lee Lewis e George Jones.
Em 1985, apareceu no Star Search (programa de talentos), ficando em 2º lugar. Em 1986, gravou o seu primeiro álbum,“Tiffany”, que foi lançado no ano seguinte. A balada “Could've Been” foi nº 1 na lista da “Billboard” em Fevereiro de 1988 e o álbum foi vendido em mais de 4 milhões de cópias, somente nos Estados Unidos. Tiffany conseguiu o recorde de ser a Cantora Feminina Mais Nova a ver o seu primeiro álbum alcançar a 1ª posição na “Billboard”.
Em 1988, no auge da popularidade, viu-se envolvida num conflito entre o seu empresário (George Tobin) e a sua mãe e padrasto, por causa da gestão da sua carreira e do seu dinheiro. Isto levaria ao corte de relações familiares e a uma tentativa de Tiffany para ser declarada menor emancipada. A emancipação foi no entanto rejeitada pelo tribunal, sendo uma avó a tornar-se sua tutora temporária. Infelizmente, estas batalhas legais abalaram imenso a sua carreira.
No final de 1988, Tiffany lançou seu segundo álbum “Hold an Old Friend's Hand” que, apesar de não ter tido tanto sucesso como o primeiro, teve a canção “All This Time” no Top 10 e vendeu mais de 2 milhões de cópias.
Após o seu 18º aniversário, Tiffany comprou uma mansão que pertencera ao actor Chuck Norris. A sua carreira sofreu, entretanto, grandes mudanças musicais no começo dos anos 1990, passando de Dance-pop para Rock Alternativo e Hip-Hop. Isso influenciou o seu terceiro álbum “New Inside”, que recebeu boas críticas, mas não conseguiu grande êxito junto do público, apesar de ter sido promovido em vários programas de televisão. Tiffany nunca mais conseguiu recuperar a sua popularidade de “Rainha Adolescente”.
Em 1993, lançou na Ásia o álbum “Dreams Never Die”. Actuou no Las Vegas Hilton, no Verão do mesmo ano. Em 1995, mudou-se para Nashville numa tentativa de se tornar uma cantora country, mas nunca chegou a gravar nenhum álbum neste estilo.
Em 2000, lançou o álbum “ The Color of Silence”, com um estilo mais pop-rock, que recebeu óptimas críticas. A revista “Billboard” considerou-o «um dos melhores álbuns e uma das maiores surpresas do ano». Fez uma tournée por várias universidades, o que a ajudou a conseguir mais fãs. Em Abril de 2002, posou nua para a revista “Playboy”. Em 2004, lançou um CD em Singapura e mais três no Japão. Neste mesmo ano, divorciou-se do seu primeiro marido e casou com o inglês Benn George, passando a dividir o seu tempo entre Cannock na Inglaterra e Los Angeles.
Em Abril de 2005, participou no programa britânico de televisão “Hit Me Baby One More Time”, ficando em 2º lugar. Em 2007, foi uma das participantes da 5ª temporada do show “Celebrity Fit Club”, baixando de 69 kg para 56 kg, uma perda de 13 kg. No mesmo ano, lançou o álbum “Just Me”.
Recentemente, tem-se apresentado em vários eventos de “orgulho gay” pois, apesar de ser heterossexual, tem apoiado os direitos dos homossexuais à não discriminação. Até agora, Tiffany terá vendido cerca de 14 milhões dos seus discos.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...