terça-feira, 10 de março de 2015

10 DE MARÇO - SARITA MONTIEL

EFEMÉRIDESara Montiel, de seu verdadeiro nome María Antonia Alejandra Vicenta Elpidia Isidora Abad Fernández, actriz e cantora espanhola, nasceu em Campo de Criptana no dia 10 de Março de 1928. Morreu em Madrid, em 8 de Abril de 2013.
Nasceu no seio de uma família humilde, que vivia da agricultura. Desde pequena, destacou-se pela sua beleza e pelos seus dotes artísticos, os quais impressionaram Vicente Casanova, um influente agricultor e que era igualmente sócio de uma companhia de publicidade. Foi ele que providenciou para que ela recebesse um ensino básico de declamação e canto.
O seu primeiro filme foi “Te quiero para mi” em que foi actriz secundária, aparecendo no elenco com o nome María Alejandra. Só a partir de “Empezó en boda”, começou a usar o nome artístico porque ficaria conhecida. O seu primeiro papel mais importante aconteceu em “Locura de amor”, a que se seguiram muitos outros. A sua beleza e talento permitiram que ela conseguisse grandes sucessos, mas o cinema espanhol da época era pequeno demais para uma estrela da sua grandeza e ela foi tentar a sorte fora do país, no México e nos Estados Unidos. Filmou mais de uma dezena de produções, destacando-se “Cárcel de mujeres”, “Piel Canela”, “Furia Salvaje” e “Se solicitan modelos”, entre outras.
Chegou a Hollywood em 1954. A sua primeira interpretação foi pelas mãos do mítico Gary Cooper, em “Veracruz” de Robert Aldrich, junto a intérpretes importantes da época como Burt Lancaster e um jovem chamado Charles Bronson. Conseguiu índices de popularidade que jamais tinham sido atingidos por uma artista espanhola. Seguiu-se “Serenade”, ao lado de Joan Fontaine e do tenor Mario Lanza. Durante as filmagens, conheceu aquele que foi o seu primeiro marido – Antony Mann.
Sara Montiel, conhecida na Península Ibérica como Sarita Montiel, teve destaque em Hollywood e manteve amizade com personalidades muito importantes do cinema, como Marlon Brando, James Dean ou a filha de Alfred Hitchcock. Uma fotografia que Sara fez com Dean é a última que se conhece do  conhecido actor norte-americano. Foi com esta foto que foi anunciada a morte de James Dean, vítima de acidente automóvel.
Ainda que tivesse projectos para realizar outros filmes, um deles com Paul Newman, o destino deu outro rumo à sua carreira e ela deixou Hollywood. Regressada a Espanha, protagonizou mais filmes, que foram outros tantos êxitos e recordes de bilheteira. Assinou depois um contrato milionário para fazer filmes de produção europeia (hispano – franco – italiana), que fizeram dela a maior actriz de língua espanhola dos anos 1950/60. Depois de “El ultimo cuplé”, seguiram-se “La Violetera”, “Mi último tango”, “La bella Lola”, “Noches de Casablanca” e muitos outros.
Como cantora, conseguiu também grandes sucessos, com a sua insinuante forma de cantar. O seu estilo pessoal era inconfundível. Boleros como “Besame Mucho” deram a volta ao mundo com a sua voz.
O seu último filme, “Cinco almohadas para una noche”, não conseguiu o sucesso das anteriores. Sara Montiel decidiu então entregar-se por inteiro ao teatro e a espectáculos musicais. Os sucessos voltaram.
Na televisão, protagonizou dois programas, “Sara y punto” e “Vem al paralelo”, sendo então considerada a indiscutível rainha do espectáculo de Barcelona e da TVE-2.
Viveu importantes relações amorosas e teve vários casamentos : com Anthony Mann, realizador de cinema norte-americano; com o industrial Vicente Ramírez Olha ; e com o «homem da sua vida», o empresário e jornalista Pepe Tous, de quem enviuvou. Sara ficou sozinha, cuidando dos dois filhos que ambos tinham adoptado.
Outros homens importantes na sua vida foram Ernest Hemingway e James Dean, com quem – dizem – viveu também um romance. Inclusivamente, teria estado a ponto de viajar com o actor, no dia em que ele sofreu o acidente que lhe tirou a vida. Teve uma relação íntima com Gary Cooper, com o qual manteve a amizade até à morte dele.
Escreveu e publicou a sua autobiografia. Adulada no mundo inteiro, Sarita Montiel foi uma lenda viva do cinema e da canção.  

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...