segunda-feira, 18 de junho de 2012

EFEMÉRIDE Mísia, de seu verdadeiro nome Susana Maria Alfonso de Aguiar, cantora portuguesa, considerada uma das mais importantes fadistas actuais, nasceu no Porto em 18 de Junho de 1955. Filha de pai português e de mãe catalã, Mísia trouxe uma nova forma de cantar à música tradicional portuguesa.
Canta em português, francês, napolitano, catalão e espanhol, misturando tendências, culturas e sons.
Tanto menos Tanto mais” foi considerado um dos Melhores Discos de 1995 pelos órgãos de informação franceses “Le Monde”, “L’Express” e “Libération”. Em Portugal, o “Público” considerou “Garras dos Sentidos” um dos 100 Melhores Discos do Século XX (1998).
Em 2004, o Ministro da Cultura Francês nomeou-a Cavaleiro da Ordem das Artes e das Letras (em 2011, receberia o grau de Oficial). Recebeu também a Grande Medalha de Vermeil, outorgada pelo Presidente da Câmara de Paris.
Em 2005, foi distinguida com a Ordem do Mérito de Portugal, quando da sua actuação no Teatro Nacional D. Maria II em Lisboa.
Em 2007, fez oito concertos acústicos “Lisboarium”, no Théâtre des Bouffes du Nord, em Paris. Cantou “Os Sete Pecados Capitais” (ballet) no Centro Cultural de Belém e “Maria de Buenos Aires” de Astor Piazzolla no Teatro Nacional de São Carlos. No mesmo ano, apresentou “Saudades Sinfónicas” no Victoria Hall em Genebra, num espectáculo onde se misturavam os mais belos fados com fragmentos musicais provenientes de outras culturas.
Em 2008, participou na abertura do prestigioso festival Grec’08 de Barcelona, na “História do Soldado” de Stravinski e na Gala do Centenário da Salle Caveau em Paris.
Em 2009, cantou “Brahms, la viola e la voce del Fado” em Veneza. Publicou igualmente um novo álbum duplo (“Ruas”) e protagonizou um dos papéis principais no filme italo-americano de John Turturro “Passione”.
Em 2010, trabalhou num projecto artístico (“Our Chopin's Affair”) para a celebração do Ano de Chopin. Foi igualmente co-presidente do festival canadiano “Montréal en Lumière”.
Em 2011, foi convidada por duas vezes pelo Presidente da República Portuguesa para cantar no Palácio Nacional de Belém, quando do Dia Internacional da Poesia e no 101º aniversário da proclamação da República.
Criou, com o maestro Fabrizio Romano, o show “Delikatessen” e participou num espectáculo de Christina Pluhar na Trienal de Ruhr em 2011.
Paralelamente, Mísia tem percorrido o mundo com “Senhora da Noite”, um espectáculo que está também gravado em CD.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...