segunda-feira, 4 de junho de 2012

EFEMÉRIDERaul Indipwo, de seu verdadeiro nome Raul José Aires Corte Peres Cruz, cantor e pintor angolano, morreu no Barreiro, Portugal, no dia 4 de Junho de 2006. Nascera em Angola, em 1933.
Em 1959, juntamente com Milo MacMahon, formaram o grupo Duo Ouro Negro, que teve grande êxito nos anos 1960/70. A sua ascensão iniciou-se após um espectáculo em Lisboa, no Cinema Roma. Depois do regresso a Angola, a dupla começou a ser conhecida a nível internacional, protagonizando, ainda em 1959, actuações em diversos países: Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Suécia, Suíça e, de novo, Portugal.
Em meados da década de 1960, já baseado em Lisboa, o duo era presença constante em programas de televisão e de rádio. Em 1965, o Duo Ouro Negro lançou a kwela, uma dança ritual africana, que foi considerada o ritmo de Verão desse ano. Em 1966, Raul Indipwo e Milo actuaram em duas salas emblemáticas de Paris, o Olympia e o Alhambra, e – no ano seguinte – deram um espectáculo na Sala Garnier da Ópera de Monte Carlo, perante os príncipes do Mónaco. Ainda em 1967, regressaram ao Olympia e estrearam-se no Brasil.
O ano de 1968 ficou marcado por actuações no Canadá e nos Estados Unidos da América, nomeadamente no Waldorf Astoria, um dos mais conhecidos hotéis de Nova Iorque. Ainda nessa época, o Duo Ouro Negro actuou na América Latina e no Japão. Já na década de 1970, apresentaram-se em concertos na Alemanha, Austrália e, novamente, em França e nos Estados Unidos.
Embora sem o mesmo êxito, o Duo Ouro Negro sobreviveu até finais dos anos 1980, altura em que Milo morreu. Raul Indipwo, entretanto já radicado em Portugal, passou a dedicar-se exclusivamente à pintura.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...