domingo, 17 de novembro de 2013

17 DE NOVEMBRO - SOPHIE MARCEAU



EFEMÉRIDESophie Marceau, de seu verdadeiro nome Sophie Danièle Sylvie Maupu, actriz e realizadora francesa, nasceu em Gentilly no dia 17 de Novembro de 1966.
Filha de um camionista e de uma empregada de cervejaria divorciados, com 13 anos de idade e sem nenhuma experiência, decidiu participar num casting para escolha de actores para um filme juvenil. A sua beleza, com traços fortes e angelicais, granjeou-lhe a admiração do realizador que pressentiu de imediato ter ali a protagonista que procurava. Em 1981, com apenas 14 anos, Sophie protagonizou “La Boum”, filme para adolescentes que teve grande sucesso em toda a Europa. Tornou-se rapidamente um ídolo da juventude e passou a aparecer em capas de revistas. “La Boum” teve uma sequência em 1982 e lançou a sua carreira. Aos 16 anos, era já considerada uma grande actriz-revelação, conquistando o César de Melhor Actriz Estreante.
Sophie dedicou-se quase exclusivamente a produções francesas, tendo actuado ao lado de Jean-Paul Belmondo, Gérard Depardieu e Catherine Deneuve, entre outros actores de nomeada. Também nessa época (anos 1980), conheceu e casou-se com o produtor e realizador Andrzej Zulawski que a dirigiu em dois filmes. No início da década de 1990, começou a chamar a atenção do público de todo o mundo, que a considerava uma das actrizes mais belas da época. Os filmes “Fanfan”, “Sonho de Uma Noite de Verão” e “A Filha de D’Artagnan”, deram-lhe muita popularidade.
Foi então que Mel Gibson a convidou para participar na superprodução “Braveheart – Coração Valente”. O filme, que conquistou vários Oscars, deu-lhe grande visibilidade internacional. Em 1999, interpretou a “bond girl” Elektra King no filme “007 – O Mundo Não É o Bastante”.
A partir de 2002, passou a dedicar-se à realização, escrevendo e dirigindo filmes como “Parlez-moi d’amour” (Prémio de Encenação no Festival de Montreal) e “L'Aube à l'envers”. Continuou a dar prioridade ao cinema francês, recusando vários papéis em Hollywood.
Em 2008, foi cabeça de cartaz da produção francesa “Les Femmes de l'ombre”, que retratou as resistentes francesas na 2ª Grande Guerra Mundial. No ano seguinte, fez o papel de Anne, mãe de uma adolescente rebelde de 16 anos, no filme “LOL”, um grande sucesso de bilheteira, com quase 4 milhões de entradas vendidas só em França.
Paralelamente à sua carreira cinematográfica, tem-se dedicado à pintura e ao canto. Divorciou-se de Zulawski após 17 anos de vida em comum e contraiu matrimónio com o produtor Jim Lemley. É – desde 2009 – companheira do actor Christophe Lambert, que conheceu dois anos antes e pelo qual se apaixonou.
Em 2002, foi condecorada com o grau de Oficial da Ordem das Artes e das Letras. É madrinha da Associação Arco-íris, que se dedica a realizar os sonhos de crianças vítimas de doenças graves. Ocupa-se igualmente da protecção dos animais. Tem um contrato publicitário com a Dior para representar os produtos “Dior Beauté” na Ásia e um outro com o famoso joalheiro Chaumet.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...