segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

9 DE FEVEREIRO - ALICE WALKER

EFEMÉRIDEAlice Malsenior Walker, escritora norte-americana, nasceu em Eatonton, Georgia, no dia 9 de Fevereiro de 1944. Filha de agricultores, tem origens afro-americanas, Cherokee, escocesas e irlandesas. Num acidente aos 8 anos de idade, perdeu a visão de um dos olhos.
Graças à sua dedicação, conseguiu sucessivas bolsas de estudo, diplomando-se em Artes no Sarah Lawrence College, em 1965.
Iniciou a sua carreira de escritora com “Once”, um recolha de poesias, e veio a alcançar fama mundial com o romance “A Cor Púrpura” (982). Esta obra foi premiada com o Prémio Pulitzer e deu origem a um filme dirigido por Steven Spielberg, com a actriz Whoopi Goldberg no principal papel (1985). Vinte anos depois (2005), “A Cor Púrpura” seria apresentada sob a forma de musical na Broadway. Nesta obra, Alice Walker conta a história de uma mulher negra sulista, quase analfabeta, que vive uma dura realidade de pobreza, opressão e desamor, entre o racismo dos brancos e o patriarcado dos negros.
Escreveu também “De amor e desespero”, uma obra composta pelas vivências de diversas negras do sul dos Estados Unidos. Este livro é uma colectânea de contos, através dos quais se ficam a conhecer várias mulheres, com os seus diferentes temores, desafios e sonhos. Além de romances e poesias, publicou igualmente novelas e ensaios. 
Walker foi sempre uma activista pelos direitos dos negros e das mulheres, destacando-se na luta contra o apartheid e contra a mutilação genital feminina nos países africanos. Ilustrou-se também na defesa do ambiente e dos animais. Manifestou-se contra o embargo dos Estados Unidos a Cuba, país que visitou várias vezes.
Foi casada, entre 1967 e 1976, com Mel Leventhal, tendo uma filha que também é escritora e activista feminina (Rebecca Walker).
Em 1984, fundou a sua própria editora, a Wild Trees Press. Na década de 1990, Alice, que nunca escondeu a sua bissexualidade, manteve um relacionamento amoroso com a cantora Tracy Chapman. Em Junho de 2002, recusou ceder os direitos de “A Cor Púrpura” ao poderoso grupo Yediot, em resposta à política israelita nos territórios palestinianos ocupados. 

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...