terça-feira, 24 de maio de 2011

GLOSA EM QUADRA (não datada)

Tu que tanto prometeste
Enquanto nada podias,
Hoje que podes – esqueceste
Tudo quanto prometias...
António Aleixo

ELEIÇÕES

Tem cuidado com o Povo
Agora que já venceste
Matas o pinto no ovo
Tu que tanto prometeste

Tudo bom ias fazer
“Maldades” tu não farias
Este era teu “querer”
Enquanto nada podias

Tu nunca irás repetir
A forma como venceste
Tu já nos estás a trair
Hoje que podes – esqueceste

Só se não houver vergonha
Governarás muitos dias
Afinal era só ronha
Tudo quanto prometias...

Gabriel de Sousa

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...