segunda-feira, 1 de outubro de 2012

EFEMÉRIDEJean-Jacques Annaud, realizador de cinema francês, nasceu em Juvisy-sur-Orge (Essonne) no dia 1 de Outubro de 1943.
De origem modesta, fez estudos de Letras e Grego Antigo, estudou cinema na Escola Nacional de Foto e de Cinema na Sorbonne, é licenciado como técnico superior de cinema e tem o diploma de altos estudos cinematográficos. Pertence à Academia das Belas-Artes.
Começou por realizar filmes publicitários (cerca de 500). Em 1976, obteve o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro com “Victoire en chantant”, a sua primeira longa-metragem.
Entregou-se depois a projectos mais caros e ambiciosos, tendo a reputação de ser um perfeccionista e um técnico excepcional, supervisionando pessoalmente tudo o que respeita aos seus filmes até eles chegarem ao público.
Foi nomeado duas vezes para o César de Melhor Filme, tendo vencido em 1981 com “A Guerra do Fogo”. Na categoria de Melhor Realizador recebeu o mesmo troféu pelos filmes “O Urso” (1980) e “A Guerra do Fogo” (1981). Na categoria de Melhor Filme Estrangeiro foi também nomeado duas vezes, tendo ganho em 1986 com “Der Name der Rose” (“O Nome da Rosa”).
Amante da natureza e gostando de religiões animistas e pagãs, Annaud define-se também como um anti-colonialista. A maioria dos seus filmes refere-se ao passado, mas ele gostaria de rodar um filme de ficção científica, não tendo encontrado ainda um enredo que o entusiasmasse.
A China proibiu a sua entrada no país, devido às filmagens de “Sete Anos no Tibete” (1997).

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...