domingo, 21 de dezembro de 2014

21 DE DEZEMBRO - ROD CAMERON

EFEMÉRIDERod Cameron, de seu verdadeiro nome Nathan Roderick Cox, actor canadiano, morreu em Gainesville, Geórgia, no dia 21 de Dezembro de 1983. Nascera em Calgary, Alberta, em 7 de Dezembro de 1910. 
Quando tinha dois anos de idade, a família mudou-se para Toronto, onde ele viria a iniciar os seus estudos. Com a morte do pai em 1925, os Cox foram para os Estados Unidos, tendo morado em Nova Iorque, Miami e White Plains. Nesta última cidade, Nathan tornou-se jogador de basquetebol, graças aos seus 1,93 m de altura, e participou em muitas peças de teatro amador. Durante os anos da Grande Depressão, encontrou trabalho como operário na construção civil, mudando-se mais uma vez, então para a Califórnia. Logo se interessou pelo cinema e acabou por ser contratado pela Paramount Pictures, que mudou o seu nome para Rod Cameron.
Após ter desempenhado vários papéis de segunda ordem entre 1940 e 1943, Cameron deixou aquele estúdio e assinou contrato com a Republic, para protagonizar duas séries hoje clássicas: “G-Men versus the Black Dragon” e “Secret Service in Darkest Africa”, ambas de 1943. No ano seguinte, fez seis westerns na Universal, o que o ajudou a tornar-se conhecido entre o grande público. O verdadeiro estrelato viria em seguida, com o western “Salome, Where She Danced” (1945), onde contracenou com Yvonne De Carlo. A dupla juntou-se novamente para dois outros êxitos: “Frontier Gal” (1945) e “River Lady” (1948).
Depois de deixar a Universal, Cameron fez filmes para a Republic e para a Allied Artists. São desse período alguns dos seus westerns mais apreciados, entre eles “The Plunderers” (1948), “Brimstone” (1949), “Stage to Tucson” (1951) e “Yaqui Drums” (1956). Em meados da década de 1960, quando o seu espaço em Hollywood começou a ficar reduzido, foi trabalhar para a Europa, a exemplo de tantos outros actores da sua geração.
Antes, actuara na televisão em três séries policiais de grande sucesso: “City Detective”, “State Trooper” e “Coronado 9. Participou também, como convidado, em muitos programas televisivos. Entrou ao longo da sua carreira em cerca de noventa filmes.
Casou-se com Angela Alves-Lico em 1950, tendo-se divorciado em 1954. Casou-se em 1960 com a sogra, Dorothy Alves-Lico, o que foi motivo de zombaria e incredulidade, além de grande exploração pela imprensa. O enlace durou até à sua morte em 1983, vítima de cancro. 

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...