sábado, 18 de fevereiro de 2017

18 DE FEVEREIRO - GABRIEL MARIANO

EFEMÉRIDEGabriel Mariano, de seu verdadeiro nome José Gabriel Lopes da Silva, juiz, poeta, contista e ensaísta cabo-verdiano, morreu em Lisboa no dia 18 de Fevereiro de 2002. Nascera em Vila de Ribeira Grande, em 18 de Maio de 1928.
Estudou na Faculdade de Direito de Lisboa, onde se licenciou em Direito. Foi juiz em Lisboa e regressou a Cabo Verde nos anos 1950. Participou na criação do jornal “Restauração” (com Jorge Pedro Barbosa e outros), do “Suplemento Cultural” (com Carlos Alberto Monteiro e outros) e do “Boletim Cabo Verde”.
A sua intensa actividade cultural acabou por ser considerada subversiva pelo governo local, que o deportou para Moçambique.
Da sua obra literária, fazem parte poemas, contos, romances e ensaios, tanto em português como em crioulo. De salientar, entre outros, “A Mestiçagem: seu papel na formação da sociedade cabo-verdiana” (ensaio, 1958); “Do Funco ao Sobrado ou o Mundo que o Mulato Criou” (ensaio, 1959); “Vida e Morte de João Cabafume” (contos, 1976); “Cultura Cabo-verdiana” (ensaios, 1991); e “Ladeira Grande” (antologia poética, 1993).
Ganhou o Prémio de Literatura Africana em 1976, com 0 livro de contos “Vida e Morte de João Cabafume”.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...