quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

8 DE FEVEREIRO - EDITH EVANS

EFEMÉRIDEEdith Mary Evans, actriz britânica, nasceu em Pimlico, Londres, no dia 8 de Fevereiro de 1888. Morreu em à Cranbrook, Kent, em 14 de Outubro de 1976. Era mais conhecida pelo seu trabalho no teatro, mas também apareceu em vários filmes, tendo recebido mesmo três nomeações para os Oscars, um Prémio BAFTA e um Globo de Ouro.
Estudou em St Michael's Church of England, antes de seguir um curso de aprendizagem para modista, aos 15 amos (1903).
Desempenhou o seu primeiro papel numa peça baseada em Shakespeare, “Noite de Reis”, em Outubro de 1910. Em 1912, foi descoberta pelo famoso produtor William Poel e fez a sua primeira aparição profissional em Agosto do mesmo ano.
Na sua carreira, que durou mais de sessenta anos, actuou em cerca de 150 papéis diferentes, em obras de Shakespeare, Congreve, Ibsen, Wilde e outros dramaturgos da sua época, incluindo George Bernard Shaw.
Entre as suas performances mais marcantes estão Millamant em “The Way of the World” (1924), Rosalind em “As You Like It” (1926 e 1936), a enfermeira em “Romeu e Julieta” (1932, 1934, 1935 e 1961) e, mais notavelmente, como Lady Bracknell em “The Importance of Being Earnest” (1939).
Edith Evans começou a sua carreira no cinema em 1915, mas foi mais notada pelo seu trabalho nos palcos, até aparecer nos filmes de 1949 “The Queen of Spades” e “Os Últimos Dias de Dolwyn”.
Edith foi particularmente eficaz ao retratar aristocratas arrogantes, como em dois dos seus papéis mais famosos: Lady Bracknell, em “The Importance of Being Earnest” (tanto no palco como no filme em 1952), e Miss Ocidental no filme “Tom Jones” (1963). Recebeu aclamação unânime da crítica, ao interpretar uma pobre velha na película “The Whisperers” (1967).

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...