sábado, 24 de dezembro de 2011




EFEMÉRIDEHamid Karzai, Presidente da República do Afeganistão desde 2004, nasceu em Kandahar no dia 24 de Dezembro de 1957.


A família instalou-se no Paquistão em 1979, para fugir à invasão soviética. Karzai fez os seus estudos na Índia, diplomando-se em Ciências Políticas em 1983. Frequentou posteriormente a Escola de Jornalismo de Lille, em França.


Regressou ao Paquistão para ensinar inglês, enquanto os quatro irmãos emigraram para os Estados Unidos, onde fundaram um cadeia de restaurantes.


Fez parte de um pequeno movimento de resistência afegão pro-monarquia, sendo nomeado vice-ministro dos Negócios Estrangeiros, quando os “mujahidinstomaram Cabul em 1992. Havendo suspeitas de que ele fosse um agente do Paquistão, foi preso. Karzai, porém, conseguiu escapar graças à destruição fortuita, por um míssil, da prisão onde estava detido. Colaborou seguidamente com os talibãs mas, depois da tomada de Cabul em 1996, recusou o lugar de representante dos talibãs na ONU proposto pelo “mollah” Omar. Cortaria aliás todos os vínculos com o regime, depois do assassinato do seu pai em Julho de 1999, provavelmente por um talibã.


O Departamento de Estado Norte-Americano, aconselhado por Zalmay Khalilzad, um afegão naturalizado americano, decidiu promovê-lo como futuro presidente e, para lhe dar uma certa legitimidade, enviou-o para o Afeganistão em 2001, com a finalidade de juntar várias tribos contra os talibãs. As operações de guerra eram na realidade quase totalmente efectuadas pelas forças especiais americanas e britânicas. Em Dezembro de 2001, por influência norte-americana, sucedeu a Burhanuddin Rabbani à frente do Estado Islâmico do Afeganistão, tornando-se presidente da Administração Transitória. Em 2002 escapou a um atentado e foi reeleito por dois anos.


Nas eleições presidenciais de 2004, em que foi o candidato apoiado pelos Estados Unidos, saiu vencedor com 55,4% dos votos. A sua autoridade no exterior de Cabul era no entanto extremamente limitada, enquanto florescia o comércio de ópio que minava os fundamentos do Estado em várias províncias.


Em Junho de 2007, a sua casa foi alvo de doze mísseis, atentado reivindicado pelos talibãs, mas que não fez vítimas. Novo ataque com mísseis e armas automáticas em Abril de 2008, durante um desfile militar em Cabul. Teve como consequência três mortos e uma dezena de feridos, mas Karzai saiu ileso.


Em Novembro de 2009, foi reeleito Presidente da República numas eleições muito controversas, sendo investido para um segundo mandato de cinco anos que agora decorre.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...