domingo, 30 de junho de 2013

30 DE JUNHO - TOMISLAV IVIĆ

EFEMÉRIDETomislav Ivić, ex jogador de futebol e treinador jugoslavo, nasceu em Split no dia 30 de Junho de 1933. Morreu na mesma cidade, então já em território croata, em 24 de Junho de 2011. Como treinador, conquistou títulos em seis países diferentes (Jugoslávia, Holanda, Bélgica, Turquia, Portugal e Espanha) e treinou três selecções nacionais.
Teve uma curta e modesta carreira de jogador, representando os dois clubes da sua terra natal (RNK Split e Hajduk Split). Como treinador, teve uma carreira brilhante.
Treinou o FC do Porto em 1987/88, tendo conquistado a Super Taça da UEFA e a Taça Intercontinental de 1987, e o Campeonato e a Taça de Portugal 1987/88. Antes, já tinha vencido a Liga Holandesa com o Ajax (1976/77) e o Campeonato Belga com o Anderlecht (1980/81). Treinara igualmente o RNK Split, o Hajduk Split (3 vezes Campeão Jugoslavo e 4 vezes vencedor da Taça da Jugoslávia), a Selecção Jugoslava, o Dínamo de Zagreb, o Galatasaray (venceu a Taça da Turquia 1984/85), o US Avellino de Itália e o Panathinaïkos da Grécia, entre outros.
Depois de sair do Porto, orientou o Paris Saint-Germain, o Atlético de Madrid (venceu Taça de Espanha 1990/91) e o Olympique de Marselha.
Na época 1992/93, foi treinador do SL Benfica e, em 1993/94, voltou ao Porto, sem contudo ganhar qualquer título. Do Porto, saiu mesmo antes da época findar. Em 1994, treinou a Selecção Croata e, em 1995, regressou ao Dínamo de Zagreb. Em 1995, voltou à Turquia como responsável do Fenerbahçe. Seguidamente foi para os Emiratos Árabes, para treinar durante duas épocas o Al Wasl Dubaï. Em 1997, partiu para o Irão para orientar durante uma temporada um dos maiores clubes do país, o Persépolis FC. Treinou depois a Selecção Iraniana.
Em 1998/1999 e em 2000, dirigiu a equipa do Standard de Liège. Em 2001/02, voltou ao Marselha como director desportivo, numa ocasião em que o clube lutava pela sua manutenção na liga principal. O objectivo foi atingido, mas Tomislav Ivić deixou o clube por se sentir cansado e doente. Decidiu mesmo parar com a sua carreira, embora tenha sido ainda director desportivo do Al-Ittihad da Arábia Saudita em 2002/04. Morreu aos 77 anos, devido a problemas cardíacos, após uma carreira movimentada e atribulada, mas cheia de sucessos.  

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...