quinta-feira, 16 de outubro de 2014

16 DE OUTUBRO - FRANÇOIS DE MALHERBE

EFEMÉRIDEFrançois de Malherbe, poeta francês, morreu em Paris no dia 16 de Outubro de 1628. Nascera em Caen por volta do ano de 1555.
A família tentou educá-lo dentro das normas protestantes, encaminhando-o para a profissão do pai, que era conselheiro presidencial de Caen. No entanto, já na Universidade de Basileia e na Universidade de Heidelberg, Malherbe percebeu que não tinha qualquer inclinação para a magistratura nem para o protestantismo. Deixou a família em 1576 e procurou a protecção de Henri d’Angoulême, filho de Henri II, governador da Provença, do qual se tornou secretário.
Em 1581, casou-se com Madeleine de Cariolis, filha do principal juiz do Parlamento de Aix. Após a morte do governador da Provença, voltou à Normandia, onde – em 1587 – publicou o seu primeiro poema, “As lágrimas de São Pedro”. Em 1595, novamente na Provença, iniciou um período decisivo para a sua formação, beneficiando da amizade com o filósofo estóico Guillaume du Vair e com o erudito Nicholas Claude Fabri de Peirsec.
Em 1605, munido de diversas recomendações, foi para Paris, onde se tornou poeta da corte. Escreveu peças de circunstância, odes, estâncias, canções e sonetos. É considerado o introdutor do rigor na poesia francesa, exercendo influência sobre os grandes clássicos do século XVII.
É tido igualmente como o primeiro teórico da arte clássica e um dos reformadores da língua francesa. Destacou-se também como crítico exigente, temido e violento. Em 1627, o seu filho Marc-Antoine foi morto num duelo. Inconsolável, François de Malherbe adoeceu e morreu no ano seguinte.
Fizera testamento a favor do sobrinho Vincent de Boyer d’Éguilles, que acrescentou ao seu nome o apelido Malherbe. Com efeito, uma das imposições inseridas no testamento era a de que a família Boyer d’Éguilles usasse o seu apelido durante três gerações. O espólio documental e literário do poeta foi conservado por esta família até à Revolução Francesa (finais do século XVIII).  

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...