sexta-feira, 16 de março de 2012




EFEMÉRIDELupe Cotrim, de seu verdadeiro nome Maria José Cotrim Garaude Gianotti, poetisa e tradutora brasileira, professora da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, nasceu em São Paulo no dia 16 de Março de 1933. Morreu em 18 de Fevereiro de 1970, vítima de doença oncológica, um mês antes de completar 37 anos de idade.


Viveu alguns anos em Araçatuba onde o pai exercia clínica e, ainda muito jovem, transferiu-se com a mãe para o Rio de Janeiro, onde estudou no Colégio Bennett. Voltou mais tarde a residir em São Paulo, para estar mais próxima do pai. Integrou-se no meio literário paulista. Concluiu os estudos secundários no Colégio Des Oiseaux. Licenciou-se em Cultura Geral e “Biblioteconomia” no Instituto Sedes Sapientiae em São Paulo.


Nos anos 1950, estudou Literatura, Línguas, Artes e Canto lírico. Em 1961, fez um programa de televisão, que a tornou conhecida do grande público. Em 1963, começou a estudar Filosofia na USP, onde conheceu José Arthur Gianotti, seu futuro marido.


Lupe foi um dos nomes em destaque na poesia brasileira da década de 1960. Em 1968, integrou o grupo de professores que fundou a ECA, leccionando Estética e Pensamento Filosófico. A sua notável actuação face aos desafios da recém-criada unidade da Universidade de São Paulo e, ao mesmo tempo, à conjuntura política adversa por que passava o Brasil, levou os estudantes a darem o nome de Lupe Cotrim ao Centro Académico, após a sua morte prematura.


O seu livro “Poemas ao Outro” recebeu postumamente o Prémio Governador do Estado de São Paulo. É frequentemente citada e relembrada pela forma e clareza dos seus poemas e também pela sua beleza pessoal.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...