quarta-feira, 21 de março de 2012




EFEMÉRIDERonald Koeman, ex-futebolista e actual treinador de futebol holandês, nasceu em Zaandam no dia 21 de Março de 1963.


Foi um dos poucos jogadores a ter jogado nos três grandes rivais do seu país: o Ajax, o PSV Eindhoven e o Feyenoord, sendo o defesa central que mais golos marcou na história do futebol (207 em 581 jogos).


Começou a jogar no pequeno FC Groningue em 1980. Três anos depois, foi contratado pelo Ajax onde ficou três temporadas, conquistando o Campeonato da Holanda em 1985 e a Taça dos Países Baixos em 1986.


Em 1986, transferiu-se para o PSV, ganhando um tricampeonato, iniciado logo na sua primeira temporada. Conquistou também um bi na Taça dos Países Baixos em 1988 e 1989 e, o mais importante, o primeiro (e único) título do clube na Taça dos Campeões da UEFA (1988).


O excelente desempenho no PSV chamou a atenção do seu compatriota Johan Cruijff, que treinava o Barcelona. Koeman ingressou assim no clube catalão em 1989. Koeman e Cruijff participaram activamente no renascimento da equipa, que atravessava um período menos bom desde os anos 1960. As conquistas em série ainda demorariam dois anos, começando com o título de Campeões de Espanha em 1991. O Barça chegaria ao tetracampeonato em 1994. Venceu ainda uma Copa do Rei e duas Super Taças, sendo um dos pilares do chamado Dream Team. Foi um golo de Koeman que deu à equipa o primeiro título na Taça dos Campeões Europeus (1991/1992). Ganhou ainda a Super Taça Europeia de 1992. O encanto acabaria dois anos depois, numa nova final europeia, em que a equipa foi batida por 0-4 pelo Milan. Koeman deixou o Barcelona no ano seguinte e foi contratado pelo Feyenoord. Já veterano, jogou bem individualmente, mas não conquistou qualquer troféu, dando por finda a sua carreira de futebolista em 1997.


Koeman estreou-se na Selecção Holandesa em 1983. A “Laranja Mecânica”, como a equipa era conhecida, vinha duma crise provocada pela partida de jogadores que tinham sido duas vezes Vice-Campeões Mundiais na década anterior. Jogou nos Europeus de 1988 e nos Mundiais de 1990, onde obteve resultados antagónicos: no primeiro, os neerlandeses conseguiram o seu primeiro título num torneio importante de futebol; no segundo, a mesma equipa-base decepcionou e terminou a competição sem vitórias, eliminada nos oitavos de final. Participou ainda nos Europeus de 1992 e nos Mundiais de 1994. Juntamente com Ruud Gullit, Frank Rijkaard e Marco van Basten, foi um dos melhores jogadores holandeses da sua geração.


Como treinador, conquistou três Campeonatos Holandeses, dois pelo Ajax e um pelo PSV; uma Taça dos Países Baixos e uma Super Taça da Holanda pelo Ajax; a Super Taça Cândido de Oliveira pelo Sport Lisboa e Benfica; e uma Copa do Rei pelo Valencia CF. Ganhou ainda uma outra Super Taça da Holanda pelo AZ Alkmaar (2009). Treina o Feyenoord desde 2011.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...