terça-feira, 17 de setembro de 2013

17 DE SETEMBRO - TITO VILANOVA


 
EFEMÉRIDETito Vilanova, de seu verdadeiro nome Francesc Vilanova i Bayó, ex-futebolista espanhol e ex-treinador do FC Barcelona, nasceu em Bellcaire d'Empordà no dia 17 de Setembro de 1968. Actualmente, está afastado do futebol por razões de saúde.
Iniciou-se na prática do futebol aos quinze anos, no centro de formação do Barcelona. Jogou sempre em equipas médias e pequenas, como o Barcelona B, o Figueres, o Celta de Vigo, o Badajoz, o Mallorca e o Elche. Encerrou a sua carreira de jogador em 2002 no UDA Gramenet, clube da sua região natal.
Depois de trabalhar como director técnico do Terrassa FC, iniciou a carreira de treinador no Barcelona, dirigindo as camadas mais jovens. Treinou futuros talentos como Piqué, Fàbregas e Messi, entre outros. Em 2007, tornou-se adjunto de Pep Guardiola na equipa B do Barcelona. No ano seguinte, os dois ascenderam à equipa principal, para substituir Frank Rijkaard.
A primeira época de Vilanova e Guardiola no Barcelona foi a mais produtiva de toda a história do clube, que ganhou a Liga, a Taça do Rei e os títulos Europeus e Mundial. De 2008 a 2012, ganhou catorze troféus ao lado de Guardiola, entre os quais três Ligas Espanholas, duas Ligas dos Campeões Europeus e duas Taças do Mundo de Clubes. Numerosos observadores do futebol espanhol dão grande relevo à acção de Vilanova, assistente de Guardiola, por ele estar na origem de muitos dos esquemas tácticos e do conteúdo dos treinos do Barcelona.
Em 2011, Vilanova anunciou ter um tumor na glândula parótida, sendo operado com sucesso em Novembro.  Com a saída de Pep Guardiola em Abril de 2012, o clube catalão anunciou oficialmente, em Junho de 2012, que Vilanova seria o próximo treinador do clube catalão. Tito assinou um contrato por duas épocas.
Treinou a equipa do Barcelona que venceu o Campeonato Espanhol de 2012/13 e, individualmente, recebeu o Trofeo Miguel Muñoz, na mesma época.
Em Dezembro de 2012, foi hospitalizado de urgência devido a uma recaída. Foi operado no dia seguinte, sendo substituído temporariamente pelo seu adjunto Jordi Roura. No dia 6 de Janeiro de 2013, voltou ao banco para dirigir a equipa. Na ocasião, declarou que estava no começo de um processo de cura e que o caminho ainda seria longo. No meio de Janeiro, partiu para Nova Iorque para receber tratamento de radioterapia e quimioterapia durante dois meses. O Barcelona sagrou-se campeão, com o maior número de pontos de sempre e com a maior diferença pontual em relação ao 2º classificado. Tito Vilanova afirmou em Maio de 2013 a sua vontade de continuar a treinar o clube na época seguinte. (2013/14). No entanto, em Julho, três dias depois do recomeço dos treinos, renunciou ao lugar em virtude de uma deterioração do seu estado de saúde. Foi substituído por Gerardo Martino.
Vilanova é casado e pai de duas crianças. O seu filho Adrià, nascido em 1997, já joga nos juniores do Barcelona.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...