sexta-feira, 27 de setembro de 2013

27 DE SETEMBRO - JORGE CHÁVEZ


 
EFEMÉRIDEJorge Antonio Chávez Dartnell, conhecido também por Géo Chavez, aviador peruano, morreu em Domodossola, Itália, no dia 27 de Setembro de 1910. Nascera em Paris, em 13 de Junho de 1887.
Filho de pais peruanos, alcançou fama mundial em Setembro de 1910 quando, a bordo de um monoplano Blériot XI de 50 cavalos, baptizado Gypaèt, se tornou o primeiro piloto a conseguir cruzar os Alpes, desde a Suíça até a Itália. Participava num raide Brigue-Milão, tendo descolado de Ried-Brigue. Depois de 42 minutos de voo, quando tentava aterrar, esmagou-se no solo, ao sul de Domodossola, quando uma rajada de vento rompeu as asas do seu frágil avião, precipitando-o em voo picado, quando estava a 20 metros de altura. Ficou gravemente ferido, tendo morrido quatro dias depois.
Estudara na École Violet, onde obteve o diploma de engenheiro em 1908. Recebeu o brevet de piloto em Fevereiro de 1910, depois de uma rápida formação, durante 10 dias, na École Maurice et Henry Farman, em Bouy. No dia 8 de Setembro de 1910, batera um recorde de altitude (2 650 m) em Issy-les-Moulineaux.
É considerado um herói da aviação peruana, tendo sido dado o seu nome ao principal aeroporto do Peru: Aeroporto Internacional Jorge Chávez, localizado em El Callao, perto de Lima. No Campo de Marte, em Lima, pode ser admirado um majestoso monumento, que também o homenageia.
Em Setembro de 1957, um avião militar francês repatriou os seus restos mortais de Paris para Lima, afim de serem depositados num mausoléu construído especialmente para o efeito, na Base Aérea de Las Palmas, na capital peruana. Três monumentos em sua homenagem foram erigidos em Brigue, Ried-Brigue e Domodossola. Desde 1915 que existe uma rua Géo Chavez em Paris, no 20º bairro.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...