domingo, 8 de setembro de 2013

8 DE SETEMBRO - PETER SELLERS


 
EFEMÉRIDEPeter Sellers, de seu verdadeiro nome Richard Henry Sellers, actor britânico, nasceu em Portsmouth, Hampshire, em 8 de Setembro de 1925. Morreu em Londres no dia 24 de Julho de 1980. Era muito popular entre o público mundial, mercê dos seus papéis em várias películas, tais como o de Inspector-Chefe Clouseau, na série de filmes “A Pantera Cor-de-rosa”.
Estudou numa escola católica, se bem que o pai fosse protestante e a mãe uma judia de origem portuguesa. Era ainda primo muito afastado de um boxeur português (Daniel Mendonça - 1764/1836) que ele venerava, tendo mesmo uma gravura dele na sua secretária de trabalho.
Durante a Segunda Guerra Mundial, alistou-se na Royal Air Force, mas nunca pilotou devido a problemas de visão. Esteve na Índia e na Birmânia, tendo servido igualmente na Alemanha e em França. Para se distrair da vida militar, inscreveu-se na Entertainments National Service Association, onde aperfeiçoou as suas faculdades artísticas.  
Tornou-se famoso no seu país, através da série da BBCThe Goon Show”, antes de se lançar numa carreira cinematográfica de sucesso internacional.
Além de Clouseau, Sellers criou personagens antológicos como o sinistro Dr. Strangelove e o jardineiro Chance do filme “Being There”. Numa entrevista, no entanto, declarou: «odeio tudo o que faço, não sei como vocês gostam».
Em 1964, aos 38 anos, quando filmava a comédia de Billy Wilder “Kiss Me, Stupid”, sofreu uma série de ataques cardíacos, que lhe danificaram de forma permanente o coração. A sua saúde deteriorou-se também porque ele adiou os tratamentos médicos adequados e optou por “curandeiros psíquicos”. Teve mais tarde, nos finais de 1970, um pacemaker implantado, que lhe trouxe ainda mais problemas.
Tinha sido agendado para Londres um jantar-reunião, a realizar em Julho de 1980, com os seus parceiros do “Goon Show”, Spike Milligan e Harry Secombe. Em 22 de Julho, porém, Sellers entrou em colapso depois de novo ataque cardíaco e ficou em coma, tendo falecido dois dias depois.
No seu testamento, Sellers solicitou que a canção de Glenn Miller “In the Mood” fosse tocada no seu funeral. O pedido é considerado como um derradeiro toque de humor, já que ele odiava aquela peça.
Casou-se quatro vezes, a última das quais 3 anos antes de morrer. Entre várias distinções recebidas, incluindo nomeações para os Oscares, ganhou o BAFTA de Melhor Actor Britânico em 1960 e o Globo de Ouro de Melhor Actor em 1980.   

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...