quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

21 DE JANEIRO - STEVE REEVES

EFEMÉRIDESteve Reeves, de seu verdadeiro nome Stephen Lester Reeves, actor e culturista norte-americano, nasceu em Montana no dia 21 de Janeiro de 1926.Morreu na Califórnia, em 1 de Maio de 2000. Recebeu vários títulos de cultura física, como os de Mr. Universo e de Mr. América, sendo lembrado igualmente pelo seu desempenho em vários filmes épicos italianos dos anos 1950/60, em que interpretou heróis mitológicos.
Descendente de ingleses, alemães, galeses e irlandeses, era filho de um agricultor e de uma nutricionista. O pai morreu num acidente, quando ele tinha seis meses de vida. Por curiosidade, o primeiro título que Reeves conquistou foi o de Bebé Mais Saudável do Condado de Montana. Reeves passou a infância no rancho onde nasceu. Depois, a família mudou-se para a Califórnia.
Alistou-se no exército, onde trabalhou a carregar vagões e camiões de carga. Nos tempos livres, frequentava uma academia de ginástica, iniciando assim o seu programa de aperfeiçoamento e modelagem física. O seu corpo desenvolveu-se rapidamente e ele, então, decidiu seguir profissionalmente a carreira de culturista.
Serviu nas Filipinas durante a Segunda Guerra Mundial, onde contraiu a malária. O tempo restante esteve sob as ordens do general MacArthur, durante a ocupação do Japão.
Após a conclusão do serviço militar, inscreveu-se nos principais concursos de culturismo dos Estados Unidos. Venceu os de Mr. Pacific Coast (1947), de Mr. América (1947) e de Mr. Universe (1950).
Decidiu seguidamente ser actor, viajando para Nova Iorque com o intuito de estudar representação, indo depois para Hollywood. Reeves já era relativamente famoso como culturista. O lendário realizador Cecil B. DeMille, que iniciava o projecto de uma superprodução bíblica, o clássico “Sansão e Dalila” (1949), escolheu-o para o papel de Sansão, depois da recusa de Burt Lancaster. As chefias da Paramount, porém, acharam-no muito jovem para personificar o herói bíblico e o papel acabou por ser desempenhado por Victor Mature.
Aproveitando o seu físico bem modelado, participou em vários espectáculos em Hollywood. Iniciou-se no cinema com o realizador Ed Wood, mas Steve não gostava muito de trabalhar com ele. Em 1954, foi indicado para um papel num filme musical da Metro-Goldwyn-Mayer, intitulado “Athena”, no qual interpretou o irmão de Debbie Reynolds e namorado de Jane Powell. O seu papel era o de um jovem musculoso, que competia em concursos de culturismo.
O auge da sua carreira de actor viria em 1958, quando foi escolhido para interpretar o herói mitológico Hércules, no filme “As façanhas de Hércules”, dirigido por Pietro Francisci e rodado em Itália. Foi a primeira de muitas películas, em que Steve interpretou personagens poderosos e destemidos. O público gostou do filme, que inaugurava um novo conceito de filme épico. Reeves repetiu o mesmo papel em “Hércules e a rainha da Lídia”, em 1959.
Steve Reeves tornou-se uma estrela absoluta deste género de filmes, não só na Europa, onde as películas eram produzidas, mas também nos Estados Unidos. Foi o precursor dos considerados “actores musculados”, que apareceriam na década de 1980 (Sylvester Stallone, Arnold Schwarzenegger, etc.).
Reeves era amigo do actor e igualmente musculoso Gordon Scott, o ex-Tarzan, e recomendou-o para o papel de Remo na película “Rómulo e Remo” (1961). Originalmente, os produtores queriam Reeves a interpretar os dois papéis (segundo a lenda, Rómulo e Remo eram irmãos gémeos), mas Steve convenceu-os que seria mais eficaz ter outro actor a interpretar Remo.
Quando filmava “Os últimos dias de Pompeia”, em Itália, a viatura que conduzia chocou contra uma árvore, provocando-lhe o deslocamento grave de um ombro. Nunca tendo ficado completamente curado, ainda continuou a trabalhar no cinema até 1968, ano em que fez o seu último filme, que já não foi um épico, mas sim um western intitulado “A Long Ride from Hell”.
Steve Reeves casou duas vezes. A sua primeira esposa foi Sandra Smith, com quem viveu em 1955/56. Em 1963, consorciou-se com Aline Czartjarwicz. Foi uma união feliz, mas Aline faleceu em 1989, deixando Reeves inconsolável. Passou a dedicar-se ao seu rancho, na Califórnia, onde criava cavalos e proferia palestras sobre cultura física, desaconselhando veementemente o uso de esteróides anabolizantes.
Foi frequentemente confundido com o actor George Reeves, o intérprete do Super-Homem numa série de televisão dos anos de 1950.
Steve Reeves morreu aos 74 anos de idade, vítima de linfoma, diagnosticado apenas seis semanas antes do seu falecimento. O corpo foi cremado e as cinzas enterradas na sua terra natal.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...