sábado, 9 de janeiro de 2016

9 DE JANEIRO - EDOUARD BEAUPRÉ

EFEMÉRIDE – Joseph Edouard Beaupré Piché, gigante canadiano, estrela do circo Barnum & Bailey, nasceu em Willow Bunch no dia 9 de Janeiro de 1881. Morreu em Saint-Louis (Missouri), nos EUA, em 3 de Julho de 1904.
Faleceu com 23 anos de idade, vítima de tuberculose. Media 2,52 metros e pesava 170 kg, sendo um dos 5 ou 6 homens mais altos que a história registou. Era conhecido pelo “Gigante Beaupré”.  
Visitou – juntamente com o pai – Nova Iorque e outras cidades. Em Montreal (1901), lutou contra o homem mais forte do Quebec, Louis Cyr, no Parc Sohmer. Louis Cyr venceu-o facilmente em 3 minutos. Os fãs de Beaupré alegaram, no entanto, que ele já estava enfraquecido pela tuberculose.
Edouard Beaupré tinha uma ligeira deformação na cara, resultado de uma queda quando montava a cavalo durante a juventude. O seu sonho era tornar-se cowboy, mas teve de renunciar porque nem todos os cavalos aguentavam com o seu peso e, além disso, os pés arrastavam-se pelo chão.
Começou então a trabalhar no circo. Vivia praticamente escondido, não se mostrando em público, pois assim quem o quisesse ver teria de comprar bilhete. Dormia quase sempre no chão mas, em contrapartida, não tinha dificuldades em encontrar vestuário, porque os alfaiates, ávidos de publicidade, até lho confeccionavam gratuitamente.
Três anos depois da sua morte, descobriu-se – por acaso – o seu corpo mumificado. Com efeito, o professor Louis-Napoléon Delorme, que pensara criar um museu de anatomia, fizera transportar o seu corpo para a Universidade de Montreal onde, durante cerca de 84 anos, esteve exposto – completamente nu – no laboratório de anatomia.
Edouard Beaupré inspirou a um grupo musical canadiano a canção “O Gigante Beaupré”, num disco lançado em 1974 com o título “Bela Homenagem”.
Em 1990, a Universidade de Montreal entregou à família os seus restos mortais para que pudessem ser incinerados. As cinzas foram depois inumadas na sua terra natal.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...