sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

3 DE JANEIRO - D. RODRIGO DA CUNHA



EFEMÉRIDED. Rodrigo da Cunha – notável prelado português da primeira metade do século XVII – que, como arcebispo de Lisboa, teve um papel importante no apoio à Restauração da Independência de Portugal, morreu em Lisboa no dia 3 de Janeiro de 1643. Nascera, também na capital portuguesa, em 1577.
Iniciou os estudos no Colégio de Santo Antão, um colégio jesuíta de Lisboa. Fez o seu doutoramento em Direito Canónico na Universidade de Coimbra.
Durante a sua carreira religiosa, passou pelo Santo Ofício como deputado e foi inquisidor em Lisboa. Foi bispo de Portalegre (1615/18) e do Porto (1618/26) e arcebispo de Braga (1626/34) e de Lisboa (1635/42).
Foi o autor da reforma “Breviário Bracarense” (1634) e presidiu ao Sínodo de Lisboa de 1640. D. Rodrigo da Cunha foi um dos principais opositores da incorporação de Portugal em Espanha, uma política preconizada por Filipe IV. Em 1638, chegou a ser convidado para cardeal em Madrid, recusando porém a oferta.
Durante a Restauração da Independência, apoiou os revoltosos e, juntamente com o arcebispo de Braga, governou o reino até ao regresso de D. João IV. O seu nome consta como uma das principais presenças no “1.º Auto do Levantamento e Juramento d' El-Rei Dom João IV”, realizado em 15 de Dezembro de 1640.
Como historiador, contribuiu para a historiografia da Igreja em Portugal, escrevendo diversas obras sobre Braga, Porto e Lisboa. Participou ainda na publicação das “Crónicas” dos reis D. João I, D. Duarte e D. Afonso V, da autoria de Duarte Nunes de Leão, jurista, gramático e historiador português.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...