terça-feira, 3 de julho de 2018

3 DE JULHO - BRIAN JONES


EFEMÉRIDE- Lewis Brian Hopkin Jones, músico inglês e membro-fundador da banda The Rolling Stones, morreu em Essex no dia 3 de Julho de 1969. Nascera em Cheltenham, em 28 de Fevereiro de 1942.
Brian era conhecido pela sua versatilidade musical, tocando vários instrumentos diferentes, ainda que se tenha notabilizado mais como guitarrista. Músico de origem clássica (aprendeu a tocar com a mãe que ministrava aulas de piano numa igreja), era inicialmente o único músico dos Rolling Stones capaz de ler e escrever partituras.
Costumava usar roupas extravagantes, além de levar um estilo de vida baseado no «sexo, drogas e rock'n roll». A sua saúde era frágil, sofrendo de asma desde criança. Teve vários internamentos hospitalares e problemas com a justiça por posse de drogas.
Apesar da fama e da fortuna originada pelo sucesso da banda, Brian acabou por ceder ao uso desregrado de drogas, o que lhe valeu o afastamento do grupo em Junho de 1969. Menos de um mês depois, foi encontrado afogado na piscina de sua casa. Morte acidental, segundo os peritos.
Apesar dos poucos anos de vida, é considerado um dos mentores do estilo adoptado pela banda. Deixou um grande número de fãs, que continuam a prestar culto à sua imagem.
Na Primavera de 1962, Jones convidara Jagger e Richards para formar uma banda, que se chamaria The Rolling Stones, nome inspirado no trecho de uma canção de Muddy Waters (“Rollin' Stone”) que dizia: «pedras rolantes não criam musgo…»".
Embora não tivesse a mesma facilidade de Jagger para composições musicais, era um grande instrumentista, sendo - juntamente com George Harrison - um dos primeiros roqueiros a introduzir a cítara nas suas músicas. Tocava flauta tão bem como a guitarra, assim como outros instrumentos, sendo responsável por várias contribuições marcantes nas músicas dos Stones. Em 1967, compôs a banda sonora do filme “A Degree Of Murder”, no qual Anita Pallenberg, sua namorada na época, era protagonista.
O seu último álbum feito com os Stones foi “Let it Bleed”, em que tocou apenas algumas das músicas.
Brian Jones teve durante a sua curta vida numerosas conquistas femininas e seis filhos, todos de mães diferentes. O primeiro nasceu quando ele tinha somente 17 anos (1959).

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...