segunda-feira, 13 de abril de 2015

13 DE ABRIL - ANTÓNIO DE SOUSA LARA

EFEMÉRIDEAntónio da Costa de Albuquerque de Sousa Lara, professor universitário, político, diplomata, especialista de heráldica e genealogista português, nasceu em Lisboa no dia 13 de Abril de 1952.
Fez o Ensino Primário em português e alemão na Escola Alemã do Estoril e o 1.º, 2.º e 3.º Ciclos Liceais no Colégio de São João de Deus no Monte Estoril. Foi agregado ao grupo de disciplinas Jurídicas e Políticas do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, doutorado em Ciências Sociais pela Universidade Técnica de Lisboa, diplomado em Administração Ultramarina (ISCSPU), licenciado em Ciências Sociais e Política Ultramarina (ISCSPU)) e em Ciências Antropológicas e Etnológicas (ISCSPU) e diplomado pela Escuela de Genealogia y Heráldica do Instituto Salazar y Castro do Consejo Superior de Investigaciones Científicas de Espanha, em Genealogia, Heráldica e Direito Nobiliárquico.
É professor catedrático e presidente do Conselho Científico do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, actualmente nas disciplinas de História da Colonização Moderna e Descolonização, Ciência Política, Doutrinas Políticas e Ideologias, sendo membro do Senado da Universidade Técnica de Lisboa. Foi ainda professor catedrático e vice-reitor da Universidade Moderna de Lisboa.
Foi membro da Comissão Eleitoral Monárquica, antes do 25 de Abril de 1974. Entre 1980 e 1983, foi deputado à Assembleia da República, pelo Partido Popular Monárquico. Depois de aderir ao Partido Social Democrata, foi novamente eleito deputado, em 1987. Em 1991, foi chamado para o XII Governo Constitucional, como subsecretário de Estado da Cultura. Desempenhava este último cargo, quando impediu a candidatura do livro de José Saramago, “O Evangelho segundo Jesus Cristo” (severamente criticado pela Igreja Católica), ao Prémio Literário Europeu de 1992. Esta acção deu azo a uma enorme polémica, alargada à imprensa europeia. Sousa Lara apresentou a sua demissão, ao mesmo tempo que José Saramago se fixou definitivamente na ilha espanhola de Lanzarote. Sousa Lara regressou ao parlamento, tendo sido reeleito deputado em 1995.
Foi ainda embaixador extraordinário e plenipotenciário da Ordem Soberana e Militar de Malta em Cabo Verde e cônsul-geral honorário do Lesoto.
Recebeu condecorações da Ordem Soberana e Militar de Malta, da qual é Cavaleiro de Graça e Devoção, da Ordem Equestre do Santo Sepulcro de Jerusalém, da qual também é Cavaleiro, e da Ordem de Isabel, a Católica, de Espanha. É Fidalgo de Cota de Armas em Portugal e em Espanha, 2.º Conde de Guedes e presuntivo 4.º Marquês de Lara.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...