sexta-feira, 17 de abril de 2015

17 DE ABRIL - LINDA McCARTNEY

EFEMÉRIDELinda Louise Eastman McCartney, fotógrafa norte-americana, cantora e activista dos direitos dos animais, morreu em Tucson no dia 17 de Abril de 1998. Nascera em Scarsdale, em 24 de Setembro de 1941. Tornou-se famosa mundialmente ao casar-se com Paul McCartney, dos Beatles, em Março de 1969.
Linda cresceu na cidade de Scarsdale (estado de Nova Iorque) e tornou-se uma fotógrafa famosa. Formou-se em Artes na Universidade do Arizona e foi durante estes anos que se apaixonou pela fotografia. Só depois voltou a Nova Iorque e começou a demonstrar o seu talento.
Iniciou a sua carreira de fotógrafa no magazine Town and Country e foi quando fotografava os Rolling Stones num iate que percebeu ser este segmento do seu trabalho aquele que tinha melhor acolhimento junto do público. Notabilizou-se ao fotografar ícones do rock como The Who, Jimi Hendrix, The Doors, Traffic, Simon and Garfunkel, Bob Dylan e, finalmente, The Beatles, onde conheceu o seu futuro marido (1967).
Quando trabalhou com a editora Rolling Stones, produziu um trabalho de alta qualidade, que ainda hoje continua a ser publicado. As suas fotos já foram expostas em dezenas de galerias de arte, da América do Sul à Austrália, incluindo o Victoria and Albert Museum em Londres. Publicou também cinco livros de fotografias de sua autoria.
O sucesso de Linda na música ficou a dever-se a Paul. Ela nunca tinha sido intérprete ou compositora antes de o conhecer, mas veio a cativar o público de todo o mundo. De salientar, canções de grande sucesso como “Another Day", em que Paul toca todos os instrumentos e Linda preenche a melodia, suavemente, com vocais de fundo. Os êxitos musicais de gravações feitas juntos foram na sua maior parte Tops de vendas na Inglaterra e nos Estados Unidos.
O sucesso abriu-lhe as portas da fama e Linda gravou o seu próprio projecto. A canção principal de sua autoria, “Seaside Woman” (1977), foi utilizada mesmo para um filme de curta-metragem, homónimo, premiado no Festival de Cannes em 1980. A única colectânea das suas canções foi lançada postumamente, ainda em 1998 (“Wide Prairie”).
Linda manifestava-se frequentemente em defesa dos animais e era também ambientalista, trabalhando com organizações como a PETA. Com esta atitude em mente, comercializou vários pratos vegetarianos congelados, com a sua própria marca, e ficaria milionária por mérito próprio, mesmo que não estivesse casada com Paul McCartney. Publicou igualmente um livro de receitas vegetarianas, na década de 1990 (“Linda McCartney’s Home Cooking”).
Linda McCartney faleceu vítima de cancro numa mama e foi cremada, sendo as cinzas levadas para Inglaterra e espalhadas na herdade de Paul McCartney, em Sussex.
Em Abril de 1999, Paul realizou uma homenagem à esposa no Royal Albert Hall em Londres, em memória do 1º aniversário do seu falecimento e intitulada “A Concert For Linda”. Contou com a presença de vários artistas de renome, como Eric Clapton, George Michael, Elvis Costello, Phil Collins, The Pretenders e Tom Jones.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...