segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

23 DE DEZEMBRO - CLÁUDIA RAIA



EFEMÉRIDE – Maria Cláudia Motta Raia, modelo, dançarina e actriz brasileira, nasceu em Campinas no dia 23 de Dezembro de 1966. Fez o seu primeiro trabalho profissional aos dez anos de idade, como manequim do costureiro Clodovil Hernandes. Aos onze anos, fez um tratamento para controlar o excesso de crescimento. Dois anos depois, já estava com 1m70 de altura, o que a fazia sentir-se «uma desengonçada».
Aos treze anos, ganhou uma bolsa para estudar ballet em Nova Iorque, onde ficou durante quatro anos. No início da sua curta carreira de bailarina, dançou nos Estados Unidos e na Argentina.
Estreou-se aos dezassete anos na televisão brasileira, contracenando com o actor Jô Soares em “Vamos Malhar”, transmitido no programa “Viva o Gordo” da Globo.
Participou na versão brasileira do musicalA Chorus Line”, fazendo o papel de Sheila, uma personagem dezoito anos mais velha do que ela. Em 1984, posou pela primeira vez para a edição brasileira da revista masculina “Playboy”, ainda com o nome de Maria Cláudia. Posou novamente em 1985 e 1986, já como Cláudia Raia.
Em 1987, fez o papel de feirante na novela “Sassaricando” e, no ano seguinte, surpreendeu tudo e todos, ao fazer o papel de uma detida em “As Presidiárias”, no programa “TV Pirata”. O enorme sucesso confirmou-a como uma grande actriz. Em 2002, interpretou uma vilã na telenovela “O Beijo do Vampiro”, quando estava grávida da sua segunda filha.  
Depois, na novela “A Favorita”, representou o papel de uma mulher que era acusada de um crime que tinha sido cometido pela sua melhor amiga. Foi a primeira presença de Cláudia no horário nobre e o sofrimento demonstrado no desempenho da personagem parecia tão real que causou emoção em todo o Brasil.
Em 2010, entrou na telenovela “Ti Ti Ti”, com a qual ganhou diversos prémios. De 2012 a 2013, interpretou novamente uma vilã, na novela “Salve Jorge”. A personagem era uma mulher sofisticada, com estilo, inteligente e acima de qualquer suspeita. Na sombra, porém, ocupava-se do tráfico de pessoas…
No que concerne à sua vida privada, em 1984, começou a namorar o humorista Jô Soares, num romance que durou dois anos. Acabou por se casar com o actor e modelo Alexandre Frota em Dezembro de 1986, tendo o casamento durado três anos. Foi casada depois, durante 17 anos, com o também actor Edson Celulari, por quem se apaixonou durante as gravações da telenovela “Deus nos Acuda”, na qual os dois representavam um par romântico (1992). Em 2012, Cláudia anunciou o seu namoro com o actor Jarbas Homem de Mello.
Cláudia Raia, ao longo da sua carreira, interpretou mais de trinta novelas e séries de televisão (1984/2012), cerca de dez peças teatrais e musicais (1984/2011) e oito filmes (curtas e longas-metragens, 1986/2011).
Entre os prémios que recebeu, saliente-se: APCA Revelação Feminina (1985), Troféu Imprensa Revelação do Ano (1986), Melhor Actriz Secundária (2005) e Melhor Actriz do Ano (2011).

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...