domingo, 1 de dezembro de 2013

1 DE DEZEMBRO - ERNST TOLLER



EFEMÉRIDEErnst Toller, poeta, dramaturgo, político e revolucionário alemão de origem judaica, nasceu em Szamocin, na Prússia, em 1 de Dezembro de 1893. Morreu em Nova Iorque no dia 22 de Maio de 1939.
Combateu na Primeira Guerra Mundial, uma experiência que o levou a desenvolver uma posição pacifista. A sua primeira peça “Transformação” é directamente inspirada naquela experiência. Uma vez terminada a guerra, participou na Revolta da Baviera de 1918 e, juntamente com várias figuras anarquistas e comunistas, esteve ligado à criação da República dos Conselhos da Baviera em 1919. Encarregou-se da formação de um “exército vermelho”, apesar do seu ideário pacifista. Na sua posterior obra teatral “O Homem das Massas”, daria escape aos conflitos de consciência que aquela contradição lhe provocava. Após a queda da república, provocada pelo exército e pelos corpos de voluntários de extrema-direita, foi condenado a cinco anos de prisão. Aproveitou para acabar a peça “Transformação”, que seria representada pela primeira vez em Berlim em Setembro de 1919. O governo bávaro concedeu-lhe o perdão, mas ele recusou-o em solidariedade com os outros presos políticos. Nunca deixou de escrever enquanto esteve encarcerado.
Em 1933, com a tomada do poder pelos nacional-socialistas, emigrou para a América do Norte, onde habitou em diferentes cidades. As autoridades nazis retiraram-lhe, entretanto, a nacionalidade alemã. Fez conferências e trabalhou como cenarista. Em 1936, instalou-se em Nova Iorque, onde viveu no meio de um grupo de artistas e escritores exilados. Mergulhou numa grande depressão, ao ser abandonado pela mulher e ao sentir graves problemas económicos, pois tinha dado todo o seu dinheiro aos refugiados da Guerra de Espanha. Suicidou-se por enforcamento, no seu quarto de hotel, aos 45 anos de idade.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...