sexta-feira, 1 de junho de 2018

1 DE JUNHO - ARMANDO DA SILVA CARVALHO


EFEMÉRIDE - Armando da Silva Carvalho, poeta e tradutor português, morreu nas Caldas da Rainha em 1 de Junho de 2017, vítima de cancro. Nascera em Olho Marinho, Óbidos, no dia 28 de Março de 1938.
Licenciado em Direito, na Universidade de Lisboa, foi advogado, jornalista, professor do ensino secundário e publicitário. Colaborou na “Antologia de Poesia Universitária”, em 1959, juntamente com Ruy Belo, Fiama Hasse Pais Brandão, Luiza Neto Jorge e Gastão Cruz, entre outros; também na “Quadrante”, revista da Associação Académica da Faculdade de Direito de Lisboa, iniciada em 1958.
Publicou “Lírica Consumível”, em 1965, que marcou o início da sua obra poética e que lhe valeu o Prémio Revelação da Sociedade Portuguesa de Autores. A sua escrita é marcada por um timbre de mordacidade, sarcasmo e figurações da pulsão sexual.
Das obras de ficção, salienta-se “Portuguex”, publicada em 1977. Desde a década de 1960, colaborou em inúmeros jornais e revistas (“Diário de Lisboa”, “Jornal de Letras”, “O Diário”, “Colóquio-Letras” e “Sílex”, entre muitas outras).
Foi incluído no IV volume de “Líricas Portuguesas”, em 1969, antologia poética organizada por António Ramos Rosa e, desde então, esteve representado na generalidade das antologias de poesia portuguesa.
Traduziu obras de Samuel Beckett, Marguerite Duras, Jean Genet, E. E. Cummings e Stéphane Mallarmé, entre outros. Pelo seu lado, está traduzido em espanhol, russo, francês, inglês, sueco, letão, alemão, italiano e holandês.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...