terça-feira, 14 de julho de 2015

14 DE JULHO - VANGE LEONEL

EFEMÉRIDEVange Leonel, de seu verdadeiro nome Maria Evangelina Leonel Gandolfo, cantora, compositora, escritora e activista LGBT brasileira, morreu em São Paulo no dia 14 de Julho de 2014. Nascera na mesma cidade em 4 de Maio de 1963. Como cantora e compositora, o seu maior sucesso foi a canção “Noite preta”, composta em parceria com Cilmara Bedaque e que foi tema de abertura da novela “Vamp” da TV Globo, em 1991, sendo transmitida frequentemente pelas rádios.
Na década de 1980, Vange fez parte – como vocalista – da banda de rock pesado Nau, formada ainda por Beto Birger (baixo), Zique (guitarra) e Mauro Sanches (bateria). O grupo publicou um disco intitulado “Nau”, em 1987, editado pela CBS. Em 1991, em carreira a solo, lançou “Vange” através da Sony Music e, em 1996, “Vermelho” pela Medusa Records. Participou ainda, em 1987, no CD/vinil “Não São Paulo”.
Como escritora, publicou – a partir de 1999 – “Lésbicas”, “Grrrls – Garotas Iradas”, “As Sereias da Rive Gauche” (peça de teatro) e “Balada para as meninas perdidas”.
Homossexual assumida, escrevia sobre o tema na revista “Sui Generis” (1997/2000), na “Revista da Folha”e no portal “MixBrasil”.
Vange Leonel faleceu em consequência de um cancro nos ovários, com metástase na membrana que envolve os órgãos da região abdominal, tendo a doença sido diagnosticada vinte dias antes da sua morte.
Vange Leonel viveu 28 anos com a jornalista Cilmara Bedaque. No dia 13 de Julho de 2014, um dia antes do seu falecimento, a companheira escreveu numa rede social: «Vange está com um seriíssimo problema de saúde. Peçam aos deuses e deusas que toquem tambores ou o que bem entenderem. Estou a viver o pior momento da minha vida e não poderei responder a perguntas que façam, porque as minhas mãos estão ocupadas com as dela.». 

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...